sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Tudo

O amor é a pedra que você tropeça com pressa.
Mais.
O pássaro de asas brancas que plana sobre seus olhos.

Repousa e invade e renasce disforme.
Quem o toca?

O amor é  brisa de domingo
A chama do fogão.

É pontual e surpreendente.
Uma paz ou uma guerra.

Aquele pássaro de asas brancas que plana sobre seus olhos.
                                                          ( mas você não o vê)
Aquela pedra que você tropeça com pressa.
                                                           (e reclama)

Somos todos.
Ele anda por aí disfarçado de coisas e gente.

Aquela flor entre tantas outras também é o amor.
O piano que me acaricia doce  é o amor.
A roda do mundo é o tal.

O pássaro de asas brancas que plana sobre seus olhos e a pedra que você tropeça com pressa.

Silêncio.

Atrás da cortina, embaixo da cama.
Escondido, o amor transcende.

Um comentário:

  1. Que lindo, amiga! Como sempre tudo que você faz é doce. Adorei. Beijos

    ResponderExcluir